Sinto que volto a ser uma miúda,

esse sentimento do que tantas saudades tinha,

de continuar a ser mulher mas levar dentro o espírito

da criança que ja fui e não quero que se apague.

Miúda que volta a sentir os nervios na pele,

que sonha,

que se ilusiona,

que imagina

e que espera.

 

 

Anuncios